• Maiara Costa

Veja a situação dos clubes brasileiros após a terceira rodada da fase de grupos da Libertadores

Clubes brasileiros tiveram resultados bem opostos nessa volta da Copa Libertadores, veja o cenário de cada um.


Lucho González celebra seu gol contra o Jorge Wilstermann. (Foto: @AthleticoPR)
Lucho González celebra seu gol contra o Jorge Wilstermann. (Foto: @AthleticoPR)

Entre os clubes brasileiros, o Palmeiras é o que faz melhor campanha. Depois de vencer o Bolívar na altitude, o clube paulista já pode se classificar na próxima rodada, caso vença o Guaraní no Paraguai e o Bolívar não vença o Tigres na Argentina. Apesar de só empatar na Vila Belmiro com o Olimpia, o Santos está numa boa posição para seguir para a próxima fase. Assim como seu rival paulista, o time santista precisará vencer seu jogo e 'torcer' para o Olimpia também somar os 3 pontos na próxima rodada.


O Athletico conseguiu uma vitória importantíssima na Bolívia contra o Jorge Wilstermann e agora terá dois jogos fundamentais em Curitiba. No cenário ideal, vencendo esses jogos em casa, o time paranaense pode encaminhar a classificação ou dependendo dos outros resultados, já se classificar. Se deixar pontos pelo caminho nessas partidas, pode se complicar.


Apesar de ter dois tempos bem distintos contra América de Cali, o Internacional fez o dever de casa e segue invicto no grupo E. Não se pode dizer o mesmo do rival Grêmio, mas um resultado ruim, só que agora na Libertadores. O Grenal da próxima rodada será importante para os times, mas não totalmente decisivo. Caso o Inter volte a vencer um clássico, ficará a um ponto da classificação para a fase de mata-mata. Ainda que perca, o Grêmio terá dois confrontos diretos em casa para vencer e confirmar a classificação.


Num grupo disputado, porém numa situação não tão tranquila, esse é São Paulo no grupo D. O tricolor paulista teve uma atuação muito ruim contra o River Plate no Morumbi e agora terá duas partidas fora de casa contra seus principais adversários no grupo. O time paulista precisará pontuar nos dois confrontos diretos ou vencer a LDU em Quito ou o RiverPlate em Buenos Aires, para tentar chegar na última rodada com chances contra o Binacional. Caso perca os dois confrontos diretos, estará eliminado da Libertadores.


O Flamengo segue em seus altos e baixos, mas dessa vez foi bem pior, foi humilhante. O clube carioca sofreu sua maior goleada na história da Copa Libertadores ao sofrer cinco gols do Independiente Del Valle. Agora o rubro-negro, vê o time equatoriano se afastar e o Junior Barranquilla encostar na tabela. Ainda assim, o clube segue numa situação favorável por ter dois jogos no Maracanã, só que o cenário pode mudar e a pressão aumentar caso volte com nenhum ponto do Equador e com a goleada histórica.


Confira Também: https://www.onagaveta.com.br/post/5-jogadores-europeus-que-jogaram-jogam-no-brasil


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo