• Lucas Peres

Os melhores técnicos no futebol brasileiro

Atualizado: Mar 3


Após uma semana de dança das cadeiras no comando de times do Brasileirão, resolvi analisar os trabalhos e apontar quem apresentou o melhor até agora.


Trio estrangeiro lidera o campeonato - Imagens dos respectivos clubes

Independente do ano, sempre chegamos num ponto da temporada em que torcedores, jornalistas e comentaristas esportivos começam a se questionar: "afinal, qual é o melhor técnico do futebol brasileiro neste momento?"


Sinto em informar a você, que está lendo este texto, que não possuo a resposta no momento, pois só descobriremos o melhor ao final da temporada, quando alguém será campeão ou realizará um trabalho muito acima do esperado. Porém, temos alguns nomes se destacando até o momento, seja por um bom futebol desenvolvido por sua equipe, ou pelos resultados interessantes mesmo com um elenco limitado.


Antes de apresentar os treinadores que até então se destacaram mais, abro o espaço para uma breve contextualização dos 10 primeiros colocados na tabela do Brasileirão 2020, que está a duas rodadas do fim do primeiro turno.



Foto: Atlético-MG e São Paulo tem menos jogos realizados - GloboEsporte.com



Hoje, a liderança do campeonato está sendo disputada por 3 times: Atlético Mineiro, Flamengo e Internacional. Estes três clubes, principais candidatos ao título, são comandados por técnicos estrangeiros. O galo é comandado pelo argentino Jorge Sampaoli, o Inter pelo também argentino Eduardo Coudet, e o Fla pelo espanhol Domènec Torrent. Sendo assim, acredito que um deles termine o campeonato como campeão, tendo em vista que são os três clubes que apresentam melhor futebol.


Logo em seguida deles, temos São Paulo, Santos e Fluminense. Destas equipes, apenas um é experiente, considerado um “medalhão”. O Santos, quinto colocado conta com o experiente Cuca, que vem realizando um trabalho consistente e devido aos trabalhos anteriores, pode ser considerado um dos últimos medalhões que mantém seu trabalho em alto nível. São Paulo e Fluminense contam com dois técnicos mais jovens, no caso do Flu, Odair Hellmann está apenas no seu terceiro ano como treinador profissional, mas já vem de um trabalho interessante no Internacional, chegando ao vice-campeonato da Copa do Brasil em 2019. O São Paulo, de Fernando Diniz, vem apresentando seu melhor trabalho na competição e apresentando um alto nível. Após o destaque com o Audax em 2017, Diniz passou por Athlético Paranaense e Fluminense antes de chegar ao tricolor paulista, onde faz campanha otimista e ocupa a quarta colocação.


Chegando nos quatro últimos da primeira parte da tabela temos Fortaleza, Palmeiras, Atlético Goianiense e Grêmio. Destas equipes, o Fortaleza é o principal destaque. Com Rogério Ceni de treinador, a equipe cearense ocupa a sétima colocação e possui a melhor defesa do campeonato e no momento disputa uma vaga para a Libertadores.


Na sequência temos Palmeiras e Atlético Goianiense, que apesar de campanhas sólidas, perderam seus comandantes recentemente. O verdão demitiu Vanderlei Luxemburgo, outro “medalhão”, mas que apesar da consistência não vinha apresentando o futebol esperado pela torcida. Já o Atlético Goianiense vinha de uma campanha surpreendente, visto que era uma das favoritas ao rebaixamento, porém acabou perdendo Vágner Mancini, que mesmo realizando seu melhor trabalho em anos, foi para o Corinthians.


Por fim, temos o Grêmio de Renato Portaluppi, talvez o melhor “medalhão” em atividade. Apesar do início de campeonato conturbado, a equipe aos poucos está recuperando seu melhor futebol e pode chegar nas principais disputas no segundo turno. Dito isso, vamos aos cinco nomes selecionados.



Jorge Sampaoli (Atlético Mineiro)


Após impressionar no Santos, Sampaoli busca o título brasileiro pelo Galo - Foto: Agência i7/Mineirão

Não é novidade para ninguém que Sampaoli esteja nesta lista, afinal, com uma rodada a menos, o Atlético Mineiro segue firme na disputa da liderança do campeonato.


Pontos que talvez possam pesar para Sampaoli, caso não chegue ao título, são as eliminações precoces da Copa do Brasil e da Sul-Americana, no caso da primeira, o galo foi eliminado pelo Afogados da Ingazeira, clube da Série D do Brasileirão. Por outro lado, o desempenho da equipe após a habituação ao estilo de Sampaoli é de impressionar. Hoje, o time mineiro é o que mais marcou gols no campeonato, junto com o Flamengo, ambos já realizaram 30 gols, no entanto os atleticanos possuem um jogo a menos.


Outro fator positivo é a forma como Sampaoli faz o time jogar, aplicando pressão e atacando durante os noventa minutos de partida, o galo é a equipe que mais produz chances, tendo a média de dois gols por partida e mesmo que não alcance o título nesta temporada, Sampaoli reforçou sua equipe focando no elenco e realizando contratações para grupo, projetando também o longo prazo. Logo, a tendência é que teremos um Atlético ainda melhor em 2021.



Domènec Torrent (Flamengo)


Torrent busca manter o nível do Flamengo de 2019, mas de sua própria maneira - Reprodução/ColunadoFla

Com uma missão nada simples, Torrent chegou ao Flamengo com o objetivo de substituir o português Jorge Jesus, que fez história pela equipe em 2019. Com uma mentalidade de futebol diferente, menos experiência e repertório, o treinador teve um início conturbado no futebol brasileiro. Mesmo com a difícil adaptação, o elenco aos poucos foi tomando a forma que o técnico queria. A coragem de Torrent, em mudar a forma que o Flamengo jogou e dominou o futebol sul americano ano passado começou a render frutos.


Hoje, a equipe divide a liderança do campeonato com o Internacional (Atlético Mineiro joga nesta segunda (19) às 20h contra o Bahia) e já garantiu sua classificação na Libertadores. Outro fator para se destacar sobre o trabalho de Dome é que mesmo com o alto número de desfalques devido ao coronavírus, a equipe manteve a consistência em suas atuações, provando que o treinador conseguiu implementar suas estratégias mesmo sem as principais peças a sua disposição. Com a volta das atuações de altíssimo nível e um elenco com mais opções se comparado com o do ano passado, o Flamengo do espanhol tem tudo para manter a dominância que a equipe teve na temporada passada.



Eduardo Coudet (Internacional)


Coudet vem ganhando o apoio da torcida após subir o Inter em nível de desempenho e competitividade - Foto: Ricardo Duarte/Inter

Com o objetivo de revolucionar o futebol do Internacional, Eduardo Coudet até o momento tem se mostrado o cara certo para o serviço. Propondo um futebol muito mais ofensivo que seu antecessor, o Inter de “Chacho”, busca acabar com a seca de títulos que o clube vive e quase terminou no ano passado.


Com um elenco e investimento inferior aos seus colegas de trabalho citados anteriormente, ele vem fazendo uma campanha sólida e de destaque, onde divide a liderança do campeonato, além das grandes chances de se classificar para as oitavas da Libertadores.


Muitas das críticas que o treinador vem recebendo, é sobre suas escolhas de escalação e substituição em algumas partidas, que no mês passado acabou afetando o desempenho da equipe. Coudet diz que muito se deve a um ‘elenco curto’ e ao calendário apertado, que não disponibiliza muito tempo para recuperação e treinos antes de um jogo. Mesmo com todas as dificuldades, o fato é que o colorado vem evoluindo a cada dia e muito se deve ao trabalho de seu treinador, que colocou um time com menos investimento no mesmo patamar dos principais elencos do país.



Rogério Ceni (Fortaleza)


Rogério Ceni vem subindo cada vez mais o nível competitivo do Fortaleza - Foto: José Rosa de Araujo Filho/Futura Press/Folhapress

Aqui temos a maior “surpresa” do campeonato. Rogério Ceni vem desenvolvendo um trabalho impressionante com o Fortaleza desde o ano passado, onde conseguiu o acesso inédito à Sul-americana. E neste ano já chegou à sétima colocação do campeonato estando a frente de clubes como Palmeiras, Grêmio e Corinthians, que possuem mais investimento e elenco.


Após passagens frustradas por São Paulo e Cruzeiro, Ceni está conseguindo mostrar todo seu potencial comandando um time em um dos trabalhos mais sólidos na temporada. Sem contar com craques e jogadores de grife, a equipe cearense está a 10 jogos sem perder e conta com a melhor defesa do Brasileirão, com apenas onze gols sofridos em dezesseis rodadas.


Na briga por uma vaga na Libertadores, o tricolor muito provavelmente está entre as seis melhores equipes do campeonato em futebol apresentado e muito deste sucesso se deve a Ceni, que hoje pode ser considerado o melhor técnico brasileiro, em uma Série A até o momento liderada por estrangeiros.



Odair Hellmann (Fluminense)


Apesar das críticas, Odair vem mantendo um Fluminense vivo na disputa do acesso a Libertadores - Foto: Lucas Merçon/Fluminense

Provavelmente o nome mais discutível até o momento, Odair Hellmann está na lista muito mais por seu desempenho no contexto em que está inserido, do que necessariamente pelo futebol apresentado em campo. Quinto colocado do Brasileirão com o Fluminense, Odair vem sendo alvo de duras críticas por parte da torcida e de jornalistas e muito se deve ao modo conservador de jogar futebol que o técnico utiliza.


Vice campeão da Copa do Brasil em 2019 pelo Inter, Odair está apenas no seu terceiro ano como técnico e é o com menos tempo de carreira na lista e mesmo assim já chegou longe.


Sabemos que o técnico ainda tem muito a evoluir e muitas de suas decisões durante as partidas podem ser questionáveis, ainda mais quando se vê times como Atlético-MG, Flamengo e o próprio Inter apresentando resultados melhores com um futebol mais ofensivo. Entretanto, levando em consideração o elenco limitado do Fluminense, que hoje provavelmente não está entre os dez melhores do campeonato, o trabalho de Odair em resultados é surpreendente.


Mesmo com a falta de experiência como técnico, Odair vem conseguindo manter uma equipe limitada na parte de cima da tabela, caso evolua em suas tomadas de decisão na temporada, o Fluminense poderá sonhar mais alto do que o esperado este ano, se isto irá acontecer, vai depender de Odair.


Nos conte nos comentários, quem você acha que é o melhor técnico do futebol brasileiro?



Leia Também:


Melhores (e piores) ataques e defesas do Brasileirão https://www.onagaveta.com.br/post/melhores-e-piores-ataques-e-defesas-do-brasileir%C3%A3o


France Football elegerá a seleção dos melhores da história https://www.onagaveta.com.br/post/france-football-eleger%C3%A1-a-sele%C3%A7%C3%A3o-dos-melhores-da-hist%C3%B3ria


Os 20 indicados ao Golden Boy de 2020 https://www.onagaveta.com.br/post/os-20-indicados-ao-golden-boy-de-2020