Por que França e Uruguai são tão próximos no futebol?



Foto: FFF.


O Uruguai já respirava futebol há pelo menos duas décadas quando Charles Miller chegou ao Brasil com duas bolas embaixo do braço e muito por isso, já se familiarizava ao poucos com a cultura europeia.


Foi em 1924, nas Olimpíadas de Paris, que os então campeões sulamenricanos, arrancaram o pequeno país do anonimato internacional. Os "charruas" desbancaram, com sobras, as seleções que cruzassem seu caminho no torneio, uma deles era a anfitriã França, que tempos depois adotaria o azul celeste como sua cor.


Os franceses testemunharam a glória uruguaia e com o segundo êxito deles, na Olimpíada seguinte, na Holanda, o legado sulamericano foi, contudo, muito além do batismo do que se tornaria algo costumeiro nas comemorações futebolísticas, a famosa "volta olímpica". Jules Rimet, francês e presidente da FIFA em 1930, criou a Copa do Mundo de Futebol e em sua primeira edição prestigiou, como símbolo de admiração e fair play, os uruguaios, fazendo do país a primeira sede do que viria a ser a competição mais adorada do meio.


Leia Também:


Opinião: quem é o melhor técnico do futebol brasileiro?

https://www.onagaveta.com.br/post/quem-%C3%A9-o-melhor-t%C3%A9cnico-do-futebol-brasileiro


Melhores (e piores) ataques e defesas do brasileirão

https://www.onagaveta.com.br/post/melhores-e-piores-ataques-e-defesas-do-brasileir%C3%A3o


France Football elegerá a seleção dos melhores da história

https://www.onagaveta.com.br/post/france-football-eleger%C3%A1-a-sele%C3%A7%C3%A3o-dos-melhores-da-hist%C3%B3ria


0 comentário