Lampard terá dificuldades em armar o meio campo do Chelsea


Foto: Getty Images.


Após algumas janelas impedido de fazer contratações, por infrações na regra do fair play financeiro, o clube londrino, mesmo com a pandemia, abriu os cofres e resolveu reformular seu elenco. Trouxe reforços para todas as áreas do campo, do gol ao ataque.


Entre as contratações estão os meias Kai Havertz e Hakim Ziyech, dois jogadores para o setor criativo do time, buscando obter uma melhora na construção de jogadas da equipe.


"Qual será a dificuldade de Lampard?"


Essa deve ser a pergunta que perpetua a mente de vocês nesse momento, afinal seu time fez ótimas contratações e certamente empolgou a todos os seus torcedores.


Vamos aos fatos, os blues contam com nove opções para a zona central em seu elenco, são eles: Jorginho, Kanté, Kovacic, Billy Gilmour, Kai Havertz, Mason Mount, Pulisic, Hudson-Odoi e Ziyech. A grande maioria já estava presente na temporada passada e desde lá, o treinador encontrava problemas em seu meio. Foram feitas sucessivas trocas ao decorrer daquela época e pouco adiantou.


O time britânico encontrou sérios problemas em manter um equilíbrio em criar e se resguardar e ao meu ver esse ainda será o grande entrave que poderá atrapalhar os planos do técnico de 42 anos.


Os motivos para eu crer nisso já foram vistos em alguns jogos da atual temporada, onde tivemos 5 escalações diferentes no setor, além do fato de não ter recebido nenhum reforço com características mais defensivas na posição, tendo em vista que a negociação com Declan Rice não se concretizou. Dessa maneira, Jorginho e Kanté são as opções para resguardar os blues.


Não estou aqui para colocar em xeque a qualidade de ambos os jogadores e sim para questionar sobre como será o posicionamento de ambos e como esse equilíbrio será encontrado dentro do plano de jogo. Até o momento o que se viu foi algo parecido com que tínhamos na temporada 19/20, alternando a posição do francês entre a primeira e a segunda vaga da segunda linha do time. Quando Jorginho joga, Kanté fica mais livre para sair para o jogo, em contra partida, quando o italiano fica no banco, é o campeão do mundo que faz o papel mais defensivo. Todos sabemos e já vimos o que ele é capaz de fazer quando atua como primeiro volante, como ocupa aquele espaço, entretanto vimos também que não é capaz de atuar com a mesma qualidade jogando mais a frente.



Foto: The Athletic UK.


Na partida da Copa da Liga Inglesa contra o Tottenham, Jorginho e Kanté jogaram cerca de 20 minutos juntos, é uma amostragem pequena, mas mostrou problemas, afinal o francês entrou para substituir Kovacic e recuperar o domínio do meio de campo, fato que não ocorreu e acabou ocasionando a falta em que o gol da equipe adversaria saiu.


Como podemos ver na imagem acima, no momento da falta Kanté é o jogador mais próximo de Lamela (autor do gol), já que Emerson marcava mais acima a subida de Aurier.


Já na imagem abaixo, vemos que Kanté corre em direção a um espaço vazio no meio, pois Mount, Hudson-Odoi e Abraham fazem uma falsa pressão na cobrança da falta o que resulta num grande espaço onde alguém da equipe adversária poderia se infiltrar.


Foto: The Athletic UK.


O grande problema disso é que os dois marcadores dos blues no lado oposto de onde a falta é cobrada sobem muito a marcação e demoram a interpretar que Lamela era uma grande ameaça, como veremos na imagem abaixo.


Foto: The Athletic UK.


Como disse anteriormente, Kanté é um dos melhores da posição em ler e ocupar o espaço a frente da área, porém para a infelicidade de seu treinador não consegue exercer essa função com a mesma perfeição, jogando mais a frente. Para piorar, essa também não é uma característica nem de Jorginho, nem de Kovacic, que também atuaram por ali em algumas oportunidades.


Apesar da chegada de Thiago Silva, Chilwell e Mendy trazerem uma maior estabilidade defensiva, isso tudo que mostramos corrobora a tese de que o Chelsea ainda encontrará, pelo menos nesse início, certos problemas em equilibrar ações criativas e defensivas de uma maneira geral.




Leia Também:


A importância das categorias de base no futebol brasileiro

https://www.onagaveta.com.br/post/a-import%C3%A2ncia-das-categorias-de-base-no-futebol-brasileiro


As 5 principais contratações da Premier League

https://www.onagaveta.com.br/post/as-cinco-principais-contrata%C3%A7%C3%B5es-da-premier-league


Everton inicia a temporada com futebol de campeão

https://www.onagaveta.com.br/post/everton-inicia-a-temporada-com-futebol-de-campe%C3%A3o





0 comentário