• Lucas Peres

Cinco jogadores que cursaram o ensino superior

Mesmo com a agenda cheia de compromissos, alguns jogadores conseguiram conciliar a carreira com os estudos.

Igor Rabello é um dos jogadores com formação superior no País. - Reprodução/Atlético-MG

A carreira de um jogador de futebol é muito movimentada. Com um calendário cheio de treinos, viagens e partidas, acaba sobrando pouco tempo para os profissionais se dedicarem a atividades de fora da profissão, como uma faculdade. Ainda assim, mesmo com todas as adversidades da profissão, alguns jogadores ajustaram seu tempo livre e se dedicaram aos estudos e hoje são formados. Abaixo, listamos cinco exemplos de jogadores do futebol brasileiro com formação superior.


Danilo Fernandes

Danilo se formou no início de sua carreira, em 2006. - Reprodução/GloboEsporte

Atual reserva da meta do Internacional, Danilo Fernandes escolheu uma área diferente da esportiva para estudar. Dessa forma, enquanto ainda era jogador do Corinthians, no início de sua carreira, Danilo iniciou sua formação em Administração na Uninove, em São Paulo.


Igor Rabello

Igor se formou quando ainda estava no Botafogo.- Reprodução/Atletico-MG

Quando sua carreira no futebol ainda não era algo sólido, o zagueiro Igor Rabello - hoje defensor do Atlético Mineiro - focou seu tempo livre nos estudos. Com isso, aos vinte anos - enquanto ainda defendia o Botafogo - Igor se formou em Educação Física pela FIJ, no Rio de Janeiro.


Sebastian "Loco" Abreu

Loco Abreu se formou e trabalhou como Jornalista antes de se tornar jogador profissional. - Reprodução/ESPN

Figura conhecida do torcedor botafoguense, Loco Abreu é mais um exemplo de profissional que seguiu os estudos. Desse modo, antes de se tornar jogador profissional, o atual jogador/treinador do clube uruguaio Boston River se formou em Jornalismo, e inclusive trabalhou como repórter para um jornal de sua cidade natal.


Victor

Victor se formou bem antes de seu sucesso no Grêmio e no Atlético Mineiro. - Reprodução/Yahoo Esportes

Ídolo do Galo mineiro, o goleiro Victor é outro exemplo de jogador que se dedicou aos estudos enquanto se dedicava ao futebol. Assim, no início de sua carreira, quando defendia o Paulista de Jundiaí, Victor cursou e se formou em Educação Física pela Escola Superior de Educação Física da cidade.


Richarlyson

Formado em Educação Física, Richarlyson atuou esportivamente tanto no futebol quanto no vôlei. - Reprodução/futebolinterior.com.br

Campeão do mundo e bi campeão da Libertadores, não é só nos títulos em que o currículo de Richarlyson é bom. Além disso, o meio-campista já passou por muitos gigantes brasileiros, mas não se limitou à apenas um esporte e também joga Vôlei profissionalmente. Não é à toa que se formou em Educação Física.


Leia Também:


Maiores artilheiros brasileiros nas ligas europeias https://www.onagaveta.com.br/post/maiores-artilheiros-brasileiros-nas-ligas-europeias


Temos que (mais uma vez) falar sobre o racismo https://www.onagaveta.com.br/post/temos-que-mais-uma-vez-falar-sobre-o-racismo


Treinadores estrangeiros que não deram certo no futebol brasileiro https://www.onagaveta.com.br/post/treinadores-estrangeiros-que-n%C3%A3o-deram-certo-no-futebol-brasileiro