• Bruno Lobão

Cinco jogadores que se aposentaram e retornaram aos gramados

Nesta semana, Arjen Robben, lendário ponta holandês, retornou aos gramados. Aos 36 anos, o jogador vai defender as cores do Groningen, clube onde foi revelado. Mas, você lembra outros atletas que se aposentaram e depois voltaram? Abaixo, cinco jogadores que repetiram o percurso de Robben e voltaram à jogar futebol profissionalmente.


PELÉ

O Rei do Futebol, Edson Arantes do Nascimento anunciou sua aposentadoria em outubro de 1974, depois de uma vitória do Santos sobre a Ponte Preta, por 2 a 0. No entanto, em 1975, recebeu uma proposta do New York Cosmos, dos Estados Unidos, e foi convencido à voltar a jogar futebol. Em solo norte-americano, Pelé permaneceu até 1977, quando fez sua despedida definitiva em um amistoso contra o próprio Santos. Em sua passagem pelo Cosmos, esteve ao lado de grandes nomes, como Franz Beckembauer e Carlos Alberto Torres, e encantou os fãs estadunidenses. Durante sua estréia, a CBS, uma das maiores emissoras de televisão do mundo, registrou 10 milhões de pessoas assistindo simultaneamente, um recorde para partidas de futebol na época.

Foto: Arquivo Lance!

SCHOLES

Ídolo do Manchester United, Paul Scholes atuou nos Red Devils por 17 temporadas, até aposentar-se em 2011, após a final da Liga dos Campeões. No entanto, seis meses depois, atendeu aos diversos pedidos de Sir Alex Ferguson e retornou aos gramados para ajudar seu clube de coração. Na temporada 2012-13, Paul venceu a Premier League, e juntamente com Ferguson, anunciou sua aposentadoria definitiva. 

Foto: Getty Images


JOHAN CRUYFF

O maior jogador holandês da história, Cruyff fez parte da "Laranja Mecânica", seleção que revolucionou o futebol, e brilhou também no Ajax e no Barcelona, onde passou a maior parte de sua carreira. Em 1978, anunciou que estava se despedindo dos gramados. Porém, precisou voltar a jogar no ano seguinte, após se encontrar em dificuldades financeiras. Recebeu uma boa oferta do Los Angeles Aztecs, e depois se transferiu para o Washington Diplomats, também dos Estados Unidos. Ainda teve passagens pelo futebol espanhol, e retornou ao Ajax, clube do coração, em 1981. Em sua última temporada da carreira, 1983/84, Cruyff foi para o Feyenoord, onde ganhou a liga nacional e foi eleito o melhor jogador da competição. 

Foto: Getty Images


DIDA

Ídolo em grandes clubes como Cruzeiro, Corinthians e Milan, Dida certamente foi um dos melhores goleiros que o futebol brasileiro já teve. Depois de 10 anos no futebol italiano, resolveu pendurar as chuteiras, em 2010, com muitas taças no currículo. Teve uma breve passagem no futebol de areia, mas resolveu retornar aos campos dois anos depois. Assinou contrato com a Portuguesa, e depois de boas atuações, foi para o Grêmio. Não teve sua renovação efetivada, e logo depois, se mudou para o Internacional, rival tricolor. Em dezembro de 2015, anunciou sua aposentadoria definitiva.

Foto: Divulgação/AC Milan

ZICO

Ídolo máximo do Flamengo, o Galinho é mais um que integra a lista. Anunciou sua aposentadoria em 1989, depois de uma goleada rubro-negra no Fla-Flu, em que marcou um belo gol de falta. No entanto, decidiu voltar aos gramados em 1991, para jogar no Kashima Antlers, do Japão. Em solo asiático, foi um dos responsáveis por revolucionar o futebol japonês, atuando por 3 temporadas. Depois de se aposentar definitivamente como jogador, resolveu se aventurar no cargo de treinador, mas não obteve o mesmo sucesso de quando atuava dentro das quatro linhas. Em 2018, voltou para ser diretor técnico do Kashima Antlers. 

Foto: Divulgação/Twitter


Mas por que voltar? Há diversos motivos para explicar isso, desde a oportunidade de ganhar mais dinheiro até a vontade de não largar a rotina. Jogadores renomados, como os citados na lista, retornaram aos gramados geralmente para mercados alternativos, onde vislumbraram crescer a popularidade do esporte nesses países. Ou até mesmo para o clube onde fizeram história. A questão é que a volta de Robben ao futebol, apenas escancara a gratidão do atleta ao clube que o projetou para o mundo. Sentiu falta de alguém na lista? Manda para a gente!

0 comentário