• Mariana Costa

A equipe da quinta rodada do Campeonato Brasileiro do Na Gaveta

Com uma rodada com poucos gols e muitos clássicos, os defensores e meio-campistas se sobressaíram dos atacantes do Campeonato Brasileiro.


Elenco do Internacional comemora gol de Thiago Galhardo. (Foto: @SCInternacional)
Elenco do Internacional comemora gol de Thiago Galhardo. (Foto: @SCInternacional)

Tivemos a quinta rodada do Campeonato Brasileiro e temos um novo líder. Com o empate entre Vasco da Gama e Grêmio, o Internacional assumiu a liderança da competição ao bater o Atlético-MG de Jorge Sampaoli por 1 a 0, no Beira-Rio. Não contamos com grandes duelos tecnicamente, entretanto tivemos clássicos que sempre anima qualquer fã de futebol. Apesar dos gols, foi uma rodada bem fraca dos centroavantes, então hoje o time do Na Gaveta será formado no 3-6-1.


Fernando Prass - (Ceará) - Goleiro

Fernando Prass não teve um bom começo com o Ceará na atual edição do Brasileiro, mas a maré mudou no último domingo. O goleiro fez três ótimas defesas, garantido assim a primeira vitória do vozão. Um time sólido sempre começa com um arqueiro seguro e foi o que se viu na Arena Castelão. Nota: 7


Luis Orejuela - (Grêmio) - Lateral direito

Sem duvida a melhor partida do colombiano com a camisa do Grêmio no Campeonato Brasileiro. Foi firme nos desarmes e intercepções quando o Vasco decidia atacar pelo seu lado. Passou grande parte do confronto entre a linha do meio-campo e o último terço do gramado na parte ofensiva do tricolor. Nota: 7


Víctor Cuesta - (Internacional) - Zagueiro

O defensor argentino é muito acima da média que vemos no Brasil na posição. Contra o Atlético-MG o defensor teve certa dificuldade na saída de bola, mas foi um monstro no duelo aéreo e no físico. Apesar de não viver a melhor fase técnica com a camisa do Inter, ele é um dos pilares do atual líder do Brasileiro. Nota: 7

Ricardo Graça - (Vasco da Gama) - Zagueiro

É bem provável que o zagueiro não fique muito tempo no Brasil com o futebol que vem apresentando no gigante da colina. Ricardo Graça fez uma grande partida contra o Grêmio e venceu praticamente todos os confrontos contra os meias e atacantes velozes no tricolor do Rio Grande do Sul. Não é por acaso que faz uma das melhores zagas atualmente do futebol brasileiro com Leandro Castán. Nota: 8,0

Sabino - (Coritiba) - Zagueiro

O Coritiba enfim deu as caras no Brasileirão e venceu o primeiro jogo. Atuação de Sabino foi o ponto alto da tarde para o coxa, além é claro da vitória. O zagueiro venceu grande parte dos combates por cima e por baixo, além de ter personalidade e categoria na hora de empatar o confronto contra o Atlético-GO de pênalti. Nota: 7,5

Filipe Luís - (Flamengo) - Lateral esquerdo

Que o lateral ex-Atlético de Madrid é bom de bola todo mundo sabe, mas hoje ele se sobressaiu de uma equipe confusa e mal organizada em campo. Filipe Luís foi o cérebro na lateral de campo do Flamengo. Ele encontrou brechas deixadas por Kevin mas falhou nos cruzamentos, quando acertou deixou Gabigol de frente para marcar. Infelizmente para o Rubro-Negro, Bruno Henrique tinha tocado a mão na bola antes. Recomposição e posicionamento perfeito. Nota: 7,5

Patrick - (Internacional) - Meia

O que o Patrick jogou contra o Galo não tá no dicionário. O meia passou, marcou, cortou, interceptou e foi um monstro no meio-campo do Internacional. O passe no gol do Thiago Galhardo foi simplesmente maravilhoso e quebrou a linha defensiva do Atlético-MG. O meio-campista que sempre é elogiado por sua luta em campo, demonstrou que tem qualidade na hora de decidir. Nota: 8

Patrick de Paula - (Palmeiras) - Meia

O Palmeiras tem uma joia nas mãos, mas é preciso lapidar com muita calma. Patrick de Paula tem um talento muito acima de sua idade e vem se tornando um jogador decisivo num time ainda problemático. O golaço de primeira, as bolas longas e os passes decisivos no clássico mostram que o menino está apenas começando a se destacar do demais. Nota: 7,5

Daniel Bessa - (Goiás) - Meia

Se saiu a primeira vitória do Goiás no Campeonato Brasileiro, muito tem a ver com a performance de Daniel Bessa no clássico goiano. Com uma boa participação na maioria dos ataques do esmeraldino, o meia deixou sua marca num belo chute de fora da área que acabou encobrindo o goleiro Jean, do Atlético-GO. Recompôs bem quando a equipe perdia a bola e as recuperavam para tentar acionar Rafael Moura. Nota: 7

Luan - (Corinthians) - Meia

Ele vinha jogando muito mal e por isso começou no banco de reservas do Corinthians contra o Fortaleza. Mas Luan tem muita qualidade, mesmo o físico não sendo o mesmo de antes quando defendia as cores do Grêmio. Acertou a trave após casquinha de cabeça de Jô e marcou um golaço de fora da área sem deixar a bola cair. Um dos gols mais bonitos até aqui da competição. Nota: 7

Pablo - (São Paulo) - Atacante

Ainda não é o centroavante que o São Paulo gastou uma grana preta, mas ao menos na noite do último domingo foi artilheiro. Em vários momentos do jogo contra o Sport, se notava um Pablo muito interessado em fechar as linhas e saindo com velocidade quando o tricolor do Morumbi as recuperavam. Marcou o gol que fez Fernando Diniz respirar. Nota: 6

Leia também:

Relembre cinco grandes viradas do futebol na última década https://www.onagaveta.com.br/post/relembre-cinco-grandes-viradas-do-futebol-na-%C3%BAltima-d%C3%A9cada


Conheça os melhores jogadores da temporada 19/20 https://www.onagaveta.com.br/post/conhe%C3%A7a-os-melhores-jogadores-da-temporada-19-20

Conheça os jovens que reinaram na temporada 19/20 https://www.onagaveta.com.br/post/conhe%C3%A7a-os-jovens-que-reinaram-na-temporada-19-20

0 comentário