• Mariana Costa

A equipe da oitava rodada do Campeonato Brasileiro do Na Gaveta

Com confrontos bem equilibrados, apenas o Internacional não triunfou do top7 do Campeonato Brasileiro na oitava rodada. Zona de rebaixamento, ver apenas Atlético-GO pontuar.

Elenco do Vasco festeja mais uma vitória. (Foto: Vasco da Gama)
Elenco do Vasco festeja mais uma vitória. (Foto: Vasco da Gama)

A oitava rodada do Campeonato Brasileiro viu o líder Internacional tropeçar em casa e com isso, a maioria das equipes abaixo na tabela se aproximaram. Apenas o São Paulo conseguiu vencer por mais de um gol de diferença. Flamengo, Santos, Palmeiras, Vasco da Gama, Sport e Atlético-MG conquistaram vitórias difíceis e apertadas. Dos clubes que se encontram na zona de rebaixamento, apenas o Atlético-GO conseguiu pontuar após empatar com o Grêmio do questionado Renato Gaúcho. O Na Gaveta formou o time num 4-3-3. 


João Paulo - (Santos) - Goleiro

João Paulo aponta para defesa do peixe. (Foto: SantosFC)
João Paulo aponta para defesa do peixe. (Foto: SantosFC)

O Santos saiu com o três pontos do Castelão, mas apenas porque João Paulo esteve em uma noite muito inspirada. Com grandes defesas e com um reflexo em dia até mesmo com o pé, o peixe venceu num duelo tenso e com várias expulsões. Nota: 9


Guga - (Atlético-MG) - Lateral direito

Guga durante a partida contra o Coritiba. (Foto: Atletico)
Guga durante a partida contra o Coritiba. (Foto: Atletico)

Que o jovem tem uma boa parte ofensiva todo mundo sabe, mas ontem Guga foi bastante sólido na parte defensiva. O lateral foi muito bem no combate quando o coxa decidia atacar por seu lado. E no ataque, acertou um baita chute, que por muito pouco não entrou após acertar o travessão. Nota: 8


Miranda - (Vasco da Gama) - Zagueiro

O jovem Miranda passa a bola para o companheiro. (Foto: Vasco da Gama)
O jovem Miranda passa a bola para o companheiro. (Foto: Vasco da Gama)

Não é fácil substituir a dupla de zaga do Vasco atual, entretanto o jovem capitão e vice-campeão da Copinha mostrou que tem futuro dentro do Gigante da Colina. O zagueiro fez uma partida precisa, com ótimos cortes e desarmes sem se quer cometer alguma falta no confronto contra o Athlético-PR. Nota: 8


Igor Rabello - (Atlético-MG) - Zagueiro

Igor Rabello na bola área. (Foto: Atletico)
Igor Rabello na bola área. (Foto: Atletico)

O cara do sistema defensivo do galo contra o Coritiba, foi imparável nas bolas áreas. Conquistou alguns cortes e intercepções, além de ter uma excelente saída de bola, como Sampaoli deseja. Foi muito inteligente na hora de fechar espaços. Acertou a trave no lance do gol do galo. Nota: 8,5


Felipe Jonatan - (Santos) - Lateral esquerdo

Felipe Jonatan celebra com Pituca. (Foto: SantosFC)
Felipe Jonatan celebra com Pituca. (Foto: SantosFC)

Depois de João Paulo ser o homem do jogo, o lateral esquerdo do Santos foi quem se aproximou da performance do arqueiro. Com o novo treinador, o lateral vem tendo mais espaço para chegar na área e seu belíssimo gol sai após ele encontrar brecha no último terço do campo.  Nota: 7,5


Thiago Galhardo - (Internacional) - Meio-campista

Thiago Galhardo cobra o pênalti. (Foto: SCInternacional)
Thiago Galhardo cobra o pênalti. (Foto: SCInternacional)

Vem sendo o cara do Internacional nesse início de Brasileirão. Com mais uma maravilhosa performance e sendo decisivo novamente. Na sua assistência, ele praticamente colocou a bola com a mão para Patrick marcar. Após um pênalti polêmico, ele cobrou bem e virou o jogo para o Internacional. Nota: 8,5


Honda - (Botafogo) - Meio-campista

Honda no aquecimento antes do jogo contra o Corinthians. (Foto:Botafogo)
Honda no aquecimento antes do jogo contra o Corinthians. (Foto:Botafogo)

Autuori precisa entender que o meio-campista é um jogador diferenciado quando é escalado perto do gol e não correndo atrás dos rivais. Ao ser mais ofensivo, o japonês teve mais vigor para participar bem da partida, ajudar o alvinegro a controlar e criar oportunidades. Esse é o Honda que o Botafogo trouxe de tão longe. Nota: 7,5


Everton Ribeiro - (Flamengo) - Meio-campista

O golaço de Everton Ribeiro: (Foto: André Mourão)
O golaço de Everton Ribeiro: (Foto: André Mourão)

É o dono da criação do Flamengo. Everton craque Ribeiro fez um gol de Messi. Depois de bater de três dedos na pelota, Pedro dominou e chutou, Filipe Alves deu rebote e a genialidade fez Everton encobrir o arqueiro e marcar de cabeça. GOLAÇO! Já no segundo gol, dominou com categoria o balão de Gustavo Henrique e deixou Matheus livre para cruzar e Gabriel chapar no canto. Joga y Joga. Nota: 8,5


Gabriel Veron - (Palmeiras) - Atacante

Gabriel Veron corre para pegar a bola após seu gol de empate. (Foto: Palmeiras)
Gabriel Veron corre para pegar a bola após seu gol de empate. (Foto: Palmeiras)

Foram apenas 31 minutos em campo, voltava de uma lesão que o tirou dos campos por alguns meses, mas demostrou porque se espera tanto de seu futebol. Gabriel Veron com apenas 3 minutos no gramado, empatou uma peleja que começava a se complicar para o Palmeiras. No fim, ainda conseguiu deixar Willian na cara do gol para dar a vitória ao verdão. Nota: 8,5


Brenner - (São Paulo) - Atacante

Brenner comemora o gol de empate do tricolor. (Foto: São Paulo)
Brenner comemora o gol de empate do tricolor. (Foto: São Paulo)

Entrou no intervalo da partida e mudou a face do São Paulo. Brenner foi o principal elemento do clube paulista num segundo tempo maravilhoso contra o Fluminense. O atacante marcou o gol de empate e gerou o segundo, após acertar a trave. Fez outras bons lances e foi determinante durante os 45 minutos que esteve em campo. Nota: 8,5


Germán Cano - (Vasco da Gama) - Atacante

Cano festeja com seus companheiros. (Foto: Vasco da Gama)
Cano festeja com seus companheiros. (Foto: Vasco da Gama)

"Máquina de gols", assim o twitter oficial da Fifa chamou Germán Cano após mais um gol do estrangeiro no Campeonato Brasileiro. Uma chance e ele outra vez deu o triunfo para o Vasco. Além do gol, o atacante foi muito importante na recomposição. Nota: 7,5


Confira Também: https://www.onagaveta.com.br/post/as-5-maiores-goleadas-da-hist%C3%B3ria-do-brasileir%C3%A3o



0 comentário