• Mariana Costa

A disputa por vagas na Champions League promete na Inglaterra

Seis equipes lutam por apenas três vagas na próxima Champions League e a disputa promete ser acirrada entre eles.


Acirrada luta por vagas na Champions League (Foto: Chelsea)
A disputa por vagas na Champions League promete na Inglaterra

Com o título garantido no futebol inglês, a disputa por vagas na próxima Champions League, promete nas próximas semanas, na terra da rainha. Além do campeão Liverpool, o Manchester City também se encontra praticamente classificado, mas tudo dependerá do resultado do julgamento na Corte Arbitral do Esporte (CAS). Leicester e Chelsea atuais terceiro e quarto colocados, estão alguns pontos na frente de Manchester United, Wolvehampton e Tottenham.


Praticamente garantido na Champions League, Pep Guardiola sabe que tudo dependerá de um julgamento (Foto: Man City)
A disputa por vagas na Champions League promete na Inglaterra

Manchester City: Mesmo com 14 pontos à frente do atual quinto colocado, não é possível garantir uma vaga dos Cityzens na maior competição da Europa na próxima temporada, já que a equipe está atualmente punida por violação nas regras do Fair Play Financeiro (FPF). No mês de junho, o clube recorreu a Corte Arbitral do Esporte (CAS). O processo foi prontamente completado depois de ouvir todos os lados em uma reunião que durou cerca de três dias. O resultado só será revelado na segunda semana de julho.

Adversários restantes:

02/07 - Liverpool (casa)

05/07 - Southampton (fora)

08/07 - Newcastle (casa)

11/07 - Brighton (fora)

15/07 - Bournemouth (casa)

18/07 - Watford (fora)

26/07 - Norwich (casa)


Mesmo não vivendo bom momento, o Leceister ainda se encontra no top4. (Foto: Leicester)
A disputa por vagas na Champions League promete na Inglaterra.

Leicester: Os Foxes vivem seu pior momento na temporada. A equipe de Brendan Rodgers começou a competição de forma avassaladora, disputando inclusive o título até o mês de dezembro. Mas veio a virada do ano, e o time conseguiu vencer apenas quatro partidas de doze jogos na Premier League. Com atuações cada vez mais fracas, a equipe vai vendo adversários diretos se aproximarem perigosamente. Com uma tabela média, a equipe de Vardy terá apenas um clube postulante ao rebaixamento em seu caminho.


Adversários restantes:

07/07 - Everton (fora)

04/07 - Crystal Palace (casa)

07/07 - Arsenal (fora)

12/07 - Bournemouth (fora)

15/07 - Sheffield United (casa)

18/07 - Tottenham (fora)

26/07 - Manchester United (fora)


Os jovens do Chelsea são a diferença na temporada dos blues (Foto: Chelsea)
A disputa por vagas na Champions League promete na Inglaterra

Chelsea: Depois de fazer uma grande partida e vencer o Manchester City no Stamford Bridge, o Chelsea retornou muito bem da parada e conquistou os seis pontos disputados até então. Com Frank Lampard apostando em jovens da base, os Blues estão se aproximando do objetivo planejado no começo da temporada, que é garantir uma vaga na Champions League. Com o retorno dos melhores jogadores e com uma tabela razoavelmente boa, o Chelsea caminha a passos largos de jogar a principal competição da Europa.


Adversários restantes:

01/07 - West Ham (fora)

04/07 - Watford (casa)

07/07 - Crystal Palace (fora)

11/07 - Sheffield United (fora)

15/07 - Norwich (casa)

18/07 – Liverpool (fora)

18/07 - Wolves (casa)


Retorno de Pogba e Rashford é ótimo para o Manchester United (Foto: Man United)
A disputa por vagas na Champions League promete na Inglaterra

Manchester United: Tendo um time mais equilibrado e com jogadores bem mais talentosos como Rashford e Pogba de volta, os Red Devils lutam fortemente por uma vaga na Champions League. Com um sistema defensivo mais compactado e com um ataque mais letal, a equipe de Ole Solskjaer necessita tirar uma diferença de pelo menos seis pontos do Leicester e cinco do Chelsea. O Manchester United tem boas chances de alcançar uma vaga, uma vez que enfrenta cinco dos sete piores times da competição.


Adversários restantes:

30/06 - Brighton (fora)

04/07 - Bournemouth (casa)

09/07 - Aston Villa (fora)

13/07 - Southampton (casa)

15/07 - Crystal Palace (fora)

18/07 - West Ham (casa)

26/07 - Leicester (fora)


Mais uma vitória para um time que vive espetacular momento (Foto: Wolves)
A disputa por vagas na Champions League promete na Inglaterra

Wolverhampton: Com mais uma grande temporada de Nuno Espírito Santo no comando, os Wolves disputam seriamente uma vaga na Champions League. Com uma defesa sempre sólida e com uma dupla (Raúl Jiménez e Adama Traoré) sendo o diferencial na parte ofensiva, o Wolverhampton possui uma tabela complicada, além de enfrentar alguns de seus adversários diretos. Com um ótimo momento vivido, o time se encontra invicto a sete partidas, tendo vencido seis delas e empatado com o Manchester United, em Old Trafford.


*Wolves venceram o Aston Villa no último sábado(27) e por isso tem um jogo a menos que os demais.


Adversários restantes:

04/07 - Arsenal (casa)

08/07 - Sheffield United (fora)

12/07 - Everton (casa)

15/07 - Burnley (fora)

18/07 - Crystal Palace (casa)

26/07 - Chelsea (fora)


A volta de Harry Kane é um alívio para os torcedores do Spurs. (Foto: Tottenham)
A disputa por vagas na Champions League promete na Inglaterra

Tottenham: Mesmo com o fim da era Pochettino, o Tottenham realiza uma temporada bem irregular com mudanças no comando e no formato de jogo da equipe. O time vivia péssima fase antes da parada do futebol, já que seus principais jogadores como Harry Kane e Heung-min Son se encontravam lesionados. Mas a equipe de José Mourinho retornou razoavelmente bem e conquistou quatro pontos de seis. Os Spurs continuam sonhando com uma vaga na Champions League, apesar de ter uma das tabelas mais difíceis entre todos.


Adversários restantes:

02/07 - Sheffield United (fora)

06/07 - Everton (casa)

09/07 - Bournemouth (fora)

12/07 - Arsenal (casa)

15/07 - Newcastle (fora)

18/07 - Leicester (casa)

26/07 - Crystal Palace (fora)


Obs: Apesar de Sheffield United e Arsenal ter alguns pontos de diferença do Tottenham, ambas as equipes não foram consideradas aptas já que a diferença para o quarto colocado é razoavelmente grande. As equipes retornaram com péssimos resultados e performances, por esses motivos, foram descartadas da disputa.

0 comentário